quarta-feira, 13 de setembro de 2017

NOTA SOBRE A CONJUNTURA OCULTA :
Pousados no país vizinho, os sucessores de Salomão fizeram uma rasante rápida e feroz no cassino BOVESPA para uma especulaçãozinha rápida; a jogatina foi pesada com a compra de títulos da dívida pública e opções de "investimentos" na farra privatizante. De quebra, emissários diplomáticos estiveram em Brasília para tratar sobre a posição tupiniquim sobre o Estado Palestino e o alinhamento às posições sionistas na Assembléia da ONU, trouxeram recado do Alcaide Yankee para o "beija-mão nos States.

terça-feira, 1 de novembro de 2016

A MENINA QUE DISCURSAVA


     Como todos os que estão fora do barco governamental enebria-me de orgulho e esperanças o movimento da garotada que ocupa escolas país afora; principalmente no Paraná - onde fui aluno universitário e professor de curso técnico. A participação política da juventude é imprescindível para a renovação de quadros para a militância política de contestação à ordem vigente. Ver a garotada botando pra lá nos remete à nossa tenra idade quando, também, militávamos no movimento estudantil. E, mesmo diante dessa luta alvissareira e da empolgação com a empolgação juvenil, não devemos estar cegos politicamente e algumas ponderações se fazem necessárias. 

     Embutido na sincera solidariedade da militância de "esquerda" a este movimento, existe certa dose de esperteza de algumas organizações e movimentos sociais que pegam carona nestas ocupações tentando minimizar seus erros de estratégia política e esconder as suas fraquezas enquanto organizações disseminadoras de uma atuação política ancorada no oportunismo. Pegam carona nos movimento para  “dar um perdido” na autocrítica e não assumir os erros das teses reformistas justificadoras da colaboração de classes que caracterizam a "esquerda" nacional há 94 anos. Os "surfistas ideológicos" são ponguistas costumeiros.
 Não navego na ilusão que o movimento estudantil vá assumir a linha de frente na transformação social, isso nunca ocorreu na história e a sua importância para as organizações reformistas sempre foi a de fornecedor de quadros. Toda luta que desperta,  essas organizações escalam os seus  “professores revolucionários” para cooptar e abrandar o ímpeto juvenil através de fraseados radicais e práticas reformistas. 

     A luta estudantil é uma trincheira importante no embate político, porém sem o respaldo de uma movimentação contestatória da classe trabalhadora e a existência de organismos livres e autônomos, terá sempre explosões esporádicas e de fácil enquadramento pela ordem vigente.
Aí, eu me pergunto: se a principal característica dessas ocupações é o seu caráter horizontal, quem será que está fabricando a imagem da garota para lograr hegemonizar o movimento? A menina tem 16 anos, pouco viveu e pouco deve ter lido para ser apresentada como a lucidez de uma nação, seu discurso soou  espontâneo e foi certeiro,  digno e merecedor de aplausos; mas, ao virar matérias de jornais, capa de revistas nacionais e internacionais e viralizar na internet, não podemos  deixar de observar que  tem alguém querendo fabricar a imagem da garota, transformá-la em “liderança” do movimento, um símbolo com a intenção de faturar em cima da inquietude juvenil e isso não deve ser uma articulação do seu coletivo colegial, é gente com muito mais influência e inserção nos negócios da política com ramificações no parlamento, na imprensa e nos esgotos da política partidária institucional.
     Estão estragando a sua rebeldia.

sábado, 29 de outubro de 2016

EPÍGRAFE AO MANIFESTO DOS BICHOS SELVAGENS

                                                     " Diante de tudo, a minha conclusão é que a                                         civilização foi uma tentativa   fracassada da                                        humanidade. 
                                  Mil vezes tivéssemos permanecido selvagens.                                              Parafraseando: não sou                                                                            homem, bicho é o que sou!
                                                      E assim os bichos devem se                                                              rebelar contra a civilização pra                                                                   destruir  as desigualdades                                                                         artificiais produzidas pelo                                                                      "espírito" civilizatório."



A epígrafe foi escrita por um desempregado que sente a miséria  rondando-lhe com a ameaça de se torná-lo  (como já fez com milhares) mais um bicho selvagem como aquele.
- Avenida Faria Lima, endereço nobre da capital paulista:  Um cara tinha um saco de lixo na mão e comia restos de comida que, na noite anterior foram jogados no lixo de um restaurante luxuoso e  estavam dentro daquele saco que ele sacou da lixeira; eram  sobras de um banquete burguês qualquer. Alguém, comovido, compra um sanduíche e lhe entrega; aquele homem emite alguns sons guturais, olha rapidamente para a mão estendida com o lanche e,  com um olhar furioso e num movimento rápido pega o sanduíche e coloca no saco de lixo à sua mão junto aos outros detritos alimentares e continua a sua refeição sem se importar com a civilização que o rodeia .
Esses "selvagens" não (ainda não) são a barbárie, são subprodutos da civilização e do desenvolvimento capitalista. São humanos e coletivamente, caso se organizem enquanto grupo social,  quais seriam as suas aspirações ? O estado de semi-selvagens não os deixa alternativas senão aprofundar esse modo de vida; não existem sonhos e a perspectivas de “civilizar-se” não existe. Estão mais próximos da selvageria do que dá civilização.

Minha impotência me envergonhou neste momento como nunca antes e, embora não esteja disposto a fundar ou aderir a nenhuma organização de bichos selvagens, literariamente, aquela epígrafe foi a única coisa que a minha impotência conjuntural revolucionária foi o máximo que pude fazer. E,  além do mais, aquele homem é um irmão de classe, um trabalhador, como tantos outros que, perdendo a serventia como produtor de mais-valia, foi descartando pelo  sistema,  rebaixado à condição de sub humano, pré selvagem.

quarta-feira, 15 de junho de 2016

A VORTA DA SECA


a seca amedronta o sertão,
vai corrê todo mundo,

a cumeçá pelo homi

-passarim d'arribação.

Vai corrê todo mundo,

só fica as furmiga e as bicha do chão.

quinta-feira, 21 de abril de 2016

ESTEREÓTIPO DEMOCRÁTICO

este texto foi postado nesse BLOG pela primeira vez em maio de 2013, antes das manifestações



É ministro da secretaria,
já foi secretário d'um ministério
e também assessor parlamentar
após ter sido deputado suplente
em exercícios esporádicos;
estava sempre no "esquema"
tinha discursos inflamados
e negócios obscuros.
Com voto ou sem precisar dele,
estava sempre nas tetas institucionais
e tinha linha direta com o empresariado
e com a elite sindical.
Patrocina programas assistenciais em comunidades carentes;
tá sempre na mídia e na moda.
Quem?
Carapuça de autoridade
legalmente constituída
do Estado Democrático de Direito.

sábado, 26 de março de 2016

A " BIDESTRABILIDADE" DE JESUS

     Vejo que há uma disputa em torno dessa páscoa pela figura de jesus e para isso, metáforas imbuídas em mensagens direcionadas bombardeiam a mídia que domina o pedaço, as redes sociais. Essa disputa  é realizada pelos 2 polos  que, não por caso, também se encontram em lados opostos no embate eleitoral em torno do comando do Estado gestor do capital nessas  terras tupiniquins.
     Do ponto de vista filosófico, Jota Cristo é de direita, pois seu aspecto transcendental tem significado metafísico, sua fenomenologia, algo que não se sustenta cientificamente, é coisa do espírito.
     Atribuir aspecto contestador à figura do "homem de Nazaré", filho de carpinteiro, que viveu 33 anos; ou seja, a Parte I, antes de ressuscitar e subir aos céus alimenta o álibi dos que tecem loas ao seu aspecto fraterno, um tipo de personificação do amor e isto serve de introdução à sua apresentação como injustiçado e, até, por alguns exaltados, como um rebelde. Como se fosse possível classificar de rebelde um discurso que pregava resignação, obediência e servidão. 

sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

O MIMETISMO DO SIR. BOWIE

Elvis branqueou o rock'n roll, podemos dizer que Sir Bowie o tingiu de água oxigenada, seria o pai do pop. A música sem raiz, andrógina, o som de máquina , anunciadora d'um futuro mutante e virtual. Desconfio que a sua estética bebeu em fontes filosóficas como o futurismo de Gentile e Crocce e,por isso, não pode passar ao largo o seu manifesto politico. Militante ou visionário     ( já que não existem profetas) sua música foi apadrinhada pelo sistema.

Sua ausência não deve ser chorada pelos que se opõem a ordem mundial gerenciadora do capitalismo.

quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

SIGLAS, ENCENAÇÃO E ROUBO

GVL era oposição à Lula no primeiro mandato e, de repente (não mais que... ) é agraciado com um ministério com uma carteira de bilhões de reais para a "Integração Nacional" com destaque para uma obra faraônica e megalomaníaca de transposição do Rio da Integração Nacional, virou peça chave no governo e se empolgou em busca de sonhos mais altos como: governar a Bahia; antes, contando com a omissão do comando petista "impôs" a reeleição de JH na prefeitura da Soterópolis mas, foi barrado por JW que se reelegeu governador e impediu o sonho de criança do filho de AFL e sobrinho de JVL ( 2 políticos de topo durante a ditadura militar). Consegue imiscuir seu irmão LVL na Câmara dos deputados.e, como consolo pela derrota, GVL é agraciado com uma vice-presidência da CEF para "gerenciar" milhões de reais e, nesse interím se alia ao príncipe herdeiro do carlismo na vitoriosa campanha a prefeito da soterópolis; da CEF sai para tentar a "senadança" aliado ao grupo "grampo news" , contra o governo estadual de JW um discurso de oposição ao governo federal, perdeu novamente mas manteve LVL na deputança.
Agora começam a serem reveladas "coisas" que desmascaram essa inimizade política entre GVL e JW, todos 2 eram ( e devem continuar sendo) "agentes comissionados" da OAS empreiteira baiana criada por ACM para achacar o erário.

Tudo mudou, para que nada mudasse. A farinha vem, ainda, do mesmo saco e as bananas são do mesmo cacho. Balaio de gato, é balaio de gato e rato.

quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

A DESFARÇATEZ ANUNCIADA

DESFARÇATEZ!!! DIRAM ALGUNS.
 NO POPULAR: DESCARAMENTO MESMO, OUTROS FALARiAM. NESSES TEMPOS DE INTOLERÂNCIA, BOATOS, XENOFOBIA, INSENSIBILIDADE E AVAREZA, SINTO-ME NA ANTESSALA DO FASCISMO.
-UM GOVERNO "PARA OS POBRES" CHEIO DE DEMAGOGIA CRIOU UM PLANO (PAC) PARA ENCHER OS COFRES DE EMPREITEIROS E IMPULSIONAR A RODA VIVA DA PROPINA COM SUBSÍDIOS E ISENÇÕES ATRAVÉS DE LEIS VENDIDAS SOB ENCOMENDA. REAJUSTE DA PRESTAÇÃO MÍNIMA DO MCMV (minha casa minha vida ) 340%;
-UM DESASTRE AMBIENTAL DOS MAIORES DA HISTÓRIA OCASIONADO PELA NEGLIGÊNCIA GOVERNAMENTAL E PELA SELVAGERIA DA EXPORTAÇÃO DE COMODITIES E QUE DEVASTOU UM DAS PRINCIPAIS BACIAS HIDROGRÁFICAS DO PAÍS, CAPITALISTAS E GOVERNO ESTÃO PRESTES A FAZER UM ACORDO "AMIGÁVEL' NUM ACORDO DE OCASIÃO QUE NÃO REVITALIZARÁ O RIO E COLOCARÁ DINHEIRO NO COMBALIDO CAIXA DO TESOURO E, PROVAVELMENTE, SERÁ FONTE DE 'COMISSÕES E PROPINAS" AOS AGENTES PÚBLICOS ENVOLVIDOS.
-ALEXANDRE "GRACINHA" EM REDE NACIONAL NO JORNAL GLOBAL MATUTINO, RECITA O POEMA "NO CAMINHO COM MAIAKÓVSKY" DE EDUARDO ALVES DA COSTA E POSTERS DE CHE GUEVARA ENFEITAM PAREDES EM CENÁRIOS DA NOVELA NOTURNA..
- E, PARA COMPLETAR, CERTOS PETISTAS (TROUXINHAS) COM FRASEADOS REVOLUCIONÁRIOS BUZINAM CHAVÕES EM DEFESA DE MADURO, CHAVÉZ, CRISTINA, LULA,, DILMA:
" CONSTRUIR O PODER POPULAR". - "É UM GOLPE, TUDO É UM GOLPE", PIOR QUE GRAMSCI, ELE, NA SUA COVARDE TÁTICA DE CONQUISTAR A HEGEMONIA, AO MENOS, PROPUNHA, COMO DIZIA POULANTZAS, CERCAR O PALÁCIO; OS LULISTAS SAQUEARAM EM BENEFÍCIO PROPRIO E DA CLASSE DOMINANTE.
DILMA, LULA, O PT, EMPREITEIRAS, MINERADORAS, STF, AS PROMESSAS, OS "INIMIGOS" DE ENCENAÇÃO, TUDO FOI UM GOLPE.
UM GOLPE ANUNCIADO POR GENTE QUE ERA CHAMADA DE SECTÁRIA, ENQUANTO O SAQUE ERA REALIZADO E OS OTÁRIOS NAS RUAS, NOS MOVIMENTOS, NOS BARES, NA ESCOLA, NA FÁBRICA... VENDIAM A ILUSÃO DE QUE ERA CHEGADA A HORA DA MUDANÇA, " A VEZ DO POVO".

SÁBIO BERTOLD BRECHT, FRASISTA FODÁSTICO: " AINDA ESTÁ FECUNDO, O VENTRE QUE GEROU A COISA IMUNDA"

terça-feira, 8 de setembro de 2015

COMENTÁRIO Á MATERIA

MAS, OS MESMOS INTERESSES QUE FOMENTARAM A DEVASTAÇÃO DA AMÉRICA,  SEU  HABITAT E O SEU ECOSSISTEMA AINDA SÃO OS MESMOS QUE IMPERAM ATÉ HOJE: A GANÂNCIA DA BUSCA DO LUCRO, O IMPERIALISMO DESENFREADO, A COBIÇA, A ESCRAVIZAÇÃO E TODA A MESQUINHARIA EXPANSIONISTA DO HOMEM EUROPEU. A NATUREZA É MAIS FORTE E GRITA, A SOCIEDADE HOJE SENTE, MAS, ESTIMA-SE QUE CERCA DE 100 MILHÕES DE NATIVOS QUE VIVIAM NAS TERRAS DESTE CONTINENTE FORAM DIZIMADOS.
POUCO DE ESPERANÇA RESTA, A ONU É UM ENFEITE NO JOGO DA GEOPOLÍTICA, UMA "NULA CONSCIÊNCIA CRÍTICA" DO STATOS-QUO, NADA ALÉM DE UMA PEÇA ESTRATÉGICA DAS GRANDES POTÊNCIAS.
ESSE MEU CETICISMO EXTREMO NECESSITA DE MUITO MAIS QUE UMA "PREOCUPAÇÃO DA ONU" PARA CRER EM SOLUÇÕES ADVINDAS DA BOA VONTADE DAS NAÇÕES. POIS TANTO A ONU QUANTO AS NAÇÕES QUE A COMPÕEM NÃO SÃO ENTIDADES METAFÍSICAS, OBEDECEM A INTERESSES QUE EXISTIAM ANTES MESMO DA ONU OU DA MAIORIA DESSAS NAÇÕES; REMONTAM AO TEMPO EM QUE O PRIMEIRO HOMEM RESOLVEU QUE DEVERIA SER DONO DAS COISAS, DAS PESSOAS, DO MUNDO. A  APROPRIAÇÃO DOS EXCEDENTES, A ELEVAÇÃO DO LUCRO  À PRINCIPAL RAZÃO DA EXISTÊNCIA HUMANA FOI  A SENTENÇA DE MORTE DO PLANETA EM QUE HABITAMOS E, DESDE ENTÃO, TUDO QUE FAZ-SE NA TERRA É O DESENROLAR FÚNEBRE DA TRAGÉDIA A QUE ESTAMOS CONDENADOS. O FIM DA CIVILIZAÇÃO E AS AÇÕES DA ONU SÃO CONTA GOTAS DESSA CICUTA TENEBROSA.
É O FIM DO ROMANTISMO, DO AMOR, DA NATUREZA, DA VIDA. A MANTER ESSSE ROTEIRO É QUESTÃO DE TEMPO, SÉCULOS, MILÊNIO. O QUE SE DISCUTE NA ONU NÃO É REVOGAÇÃO DESSA SENTENÇA DE MORTE E SIM PROLONGAR AO MÁXIMO ESSA AGONIA.
UM POETA PARAIBANO (VITAL FARIAS)  FOI SEMINAL, QUANDO ESCREVEU " A SAGA DA AMAZÔNIA", JÁ UM PERNAMBUCANO (JATOBÁ)  SEGUIU NA MESMA LINHA E FEZ "MATANÇA", 2 PORRADAS AOS NOSSOS TÍMPANOS.

terça-feira, 21 de julho de 2015

A rescisão num "grupo de colaboradores” e a crise do capital

Acho que o apelido não é pelo tamanho nem pelo nariz, é pela esperteza! Tava olhando aqui o papel da dispensa do aviso prévio e vi que pra quem tem consignado, 30% é descontado das verbas rescisórias e o restante negociado com o banco que vem a ser o mesmo que tá fechando; os tigres ingleses vão embora, deixando um rastro de calote. Sob a aparente discussão de governabilidade, crescimento, escândalos, desemprego, se escondem pendências de acerto de rescisões, contratos, financiamentos da recente bolha de negociatas da especulação financeira, a lavagem de dinheiro teve que mudar os caminhos e é somente mais um banco que se vai.
Quem recebia com depósito em conta pelo HSBC e que foi demitido agora, a exemplo dos funcionários da manutenção, limpeza ("higienização) e segurança  que foram "terceirizados" na PUC-PR, vai negociar nesses termos, se dívida houver. Na dispensa, não diz nada sobre quem  tem "a receber" com aplicações no banco, há de se temer um possível calote, falta dinheiro no mercado e  as garantias dos contratos são frágeis
Essa é uma das variáveis que explica por que a lei das terceirizações, ajuste econômico e pauta conservadora, passaram que um rodo abrindo a porteira pr’um golpe no mercado de trabalho, submeteram-o à terceirização pra “queimar excedentes”, enxugar à máquina corporativa, mas no fundo, como sempre, colocam no trabalhador, a conta de dar baixa em dinheiro fictício, seja com a desvalorização de algum capital que ela tenha aplicado ou com o reconhecimento de uma dívida para um  futuro com a  pena imediata de retirar o seu  nome do mercado de crédito, expulsando-o do jogo.

Esse segmento financeiro, aposta, na dívida futura, o que aponta que eles apostam, de imediato,  em dias  piores pela frente. Há menos de um mês,  estavam ligando pra oferecer empréstimo consignado  e  aumento no limite rotativo e com a demissão em massa, o grupo católico garante ao banco que suas garantias são de somente de 30 por cento do que tiver contratado, o restante, deve ser acertado entre o banco e o trabalhador desempregado, com a legislação, o governo e os tribunais favorecendo ao primeiro.

domingo, 2 de junho de 2013

CIARÁ

UM AÇUDE DE POESIA
PELA RIMA CHEGO LÁ
TERRA DE MULHER RENDEIRA
É LÁ NO CEARÁ
CANTADOR CABRA DA PESTE
CANTO PRA VIDA GANHAR
SEGURANDO A RIMA DO COCO
O VERSO NÃO QUEBRARÁ
ONDE TEM BOM VIOLEIRO
É LÁ NO CEARÁ
... VOU FAZER UMA ESTRADA
PRO MEU CANTO TRAFEGAR
E PELA SERRA DE SANTANA
TAL RODAGEM PASSARÁ
OUÇO SER MUITO BONITA
PATATIVA VIVEU LÁ
REPENTISTA QUE NEM ELE
É LÁ NO CEARÁ
SEI QUE UM DIA VOLTO
É SÓ O BOLSO MELHORAR
PEGO MINHA NEGA E O MENINO
LEVO PRA PASSEAR
BONITEZA QUE NEM ELA
É LÁ NO CEARÁ

e-mail com beijos


sem ter vc
num acustumo aqui
saudade aperta
tando longe daí
menina eu teclo
beijos pra ti...

loa


FALTA POUCO
PR'EU ME FARTAR
FARTAR-ME-EI
SEM FARDO
SEM INFARTO
EU,
 NUNCA FARTO

QUEM COME H É DONA BRAULINA


  Nos idos dos anos 60, D. Braulina era a proprietária da ùnica pensão naquela pequena cidade do interior da Bahia. A lavoura de mamona e a estrada de ferro trouxeram desenvolvimento àquele lugar e mais pessoas passaram a frequentar a cidade. Querendo incrementar o negócio, reformou o velho casarão, mandou trazer mobília nova da capital e encomendou uma placa para o seu  reformado estabelecimento; a tarefa coube a Heitor, vaqueiro e pintor de paredes nas horas vagas e que tinha fama de "desenhador de letras" mas nunca tinha ido a escola, desenhava letras mas era analfabeto.
-Então ele tascou na placa:
OTEL.
D. Braulina, que era muito boa de conta mas também analfabeta , recebeu a placa e mandou Heitor mesmo apregá-la, desde então ficou o ditado:
"QUEM COME AGÁ É DONA BRAULINA"

sábado, 1 de junho de 2013

CHUCKY BERRY EM CURITIBA


O lamento dos negro escravos nas plantações de algodão  na américa de cima amplificado pela guitarra elétrica, essa mistura trouxe a cena Chuck Berry e, apartir daí, um som  que foi apropriado pelo mundo inteiro. O que veio depois e, influenciado por isso, chamado de rock'n Roll, morreu no seu nascedouro desfigurado pela indústria fonográfica e do entretenimento.
 Sua música mostra porque Chuck é, realmente, uma lenda viva e assim com ele, o seu som . Hoje, qualquer música que faça barulho, é vendida como rock'n roll. Acredita nisso quem nunca ouviu Chuck Berry e o rock’n roll despede-se também com ele.
 Quando Chuck não mais estiver tocando, poderemos  dizer finalmente que este tipo de música será  mais uma lenda.
Sei que não vou, R$ 335,00? - Certeza! Até a meia (R$ 135,00), é muito além do possível pro meu bolso, um reles pião que ganha a vida no alicate. Me resta dizer: WELLCOME CHUCK! Bom trabalho você fez, obrigado

ENCONTRO IMAGINÁRIO COM UMA REPENTISTA NA FEIRA DO MASSAMBÃO

Cara amiga cantadora que verseja das coisa da vida
lhe cumprimento ante esse povo
faiz pra gente um repente
mostra pra nois sua puisia
será que argum dia
apesá da dô que se sente
a gente vai tê aligria?
- Sei sê a muitho difíce
a alegria chegá
quanto mais plenamente
mas garanto que há
uma coisa que quem sente
é capaz de se alegrá
num me sinto impotente
sendo capaz de amar.

VALINTIA


 

CUNHEÇO  MUITO CABRA

 DA LINGUA FALADÊRA

QUE DIZ SER BOM DE TAPA

CABEÇADA/E CAPUEIRA

E GOSTA DE SAIR DE BRABO

 MAS, MERMO A ONÇA TANO MORTA

TEM MEDO DE PEGÁ NO RABO

AGORA, EU NÃO, CABRA VALENTE PRA MULESTA

SE NUM FÔ PR'EU TAMBÉM BRINCÁ

TÁ ACABADA A FESTA

SE QUISÉ VIRÁ DIFUNTO

APAREÇA E DÊ A TESTA

POIS QUEM ATENTA O BRABO

TÁ PROCURANDO É COICE

E PESCOÇO ARRIBITADO

BOTO LOGO ELE IMBAXO NUM SÓ GOLPE DE FOICE

SE NUM TÃO ACRIDITANO

TENHO FAMA NO SERTÃO

DE UAUÁ INTÉ IRECÊ

É SÓ PERCURÁ SABÊ

 DA SURRA QUE DEI NE LAMPIÃO

QUE APESÁ DE MEU AMIGO

DE JACOBINA SAIU CURRIDO

DEPOIS QUE LHE DEI UNS TAPA

POR CIMA DO PÉ-DO-ZUVIDO

POR ELE FAZÊ GARAPA

DE ME CHAMÁ DE ATRIVIDO

MAS NUM FIQUEM PENSANO

 QUE FICAMO DE RICHA

 DEPOIS DE PASSADA A BRIGA

VIRGULINO É MEU PARENTE

 DE RUINDADE, DE UNHA, CARNE E OSSO

COMO ELE NASCI TORTO

NUM ACEITO DISAFORO

-CALMA MINHA GENTE

NUM PRICISA MARCÁ CARREIRA

SAÍ AVUADOS DA FEIRA

ISS0 TUDO É BRINCADEIRA

SÃO ASTÚCIAS D'UM POETA

QUE DECLARA TODO DIA:

-NUM ME TENHAM POR PERVERSO

TODA ESSA VALINTIA

TÁ NO COMBINÁ DOS VERSO

domingo, 26 de maio de 2013

JOGO CATIMBADO ( ENEM rativa radiofônica de futebol)

                         Precisamente o relógio marca o tempo que se faz preciso e as voltas que o ponteiro dá marcam o pouco que ainda resta pro prazo virar finado. É grande a expectativa, sendo de igual intensidade a ansiedade e o stress da torcida estudantil que tenta conseguir os ingressos. Aproxima-se o final do jogo nas inscrições do ENEM 2013 e as inúmeras tentativas de inscrição deste humilde atleta que vos narra esbarram nas insistentes defesas do goleiro Inscrição Sendo Processada e na forte marcação do zagueiro Aguarde. Lembrando aqui que nesta transmissão trabalhamos sob os auspícios patrocinativo do competitivo, inteligente e baladeiro isotônico Chá de Cadeira, aquele que cura bronquite, solidão e choradeira; olhe lá o que você vai tomar, não use qualquer chá; marque um gol, não marque bobeira, só tome Chá de Cadeira, o original que bate legal (Chá-de-Ca-dei-ra-ra) informa o tempooooooooooooooooo: não se perca no tempo nem esquente o quengo, anote aí e veja se confere com o meu roscrofe aqui. Na fração do tempo, estamos localizados no ponto equivalente a aproximadamente 32 minutos de jogo no segundo tempo, comparativamente, se estivéssemos em uma partida de futebol, ou seja, percentual e aproximadamente, 87%, ou, ainda, fracionadamente, 7/8 do tempo regulamentar decorrido; não teremos acréscimos e a catimba do sistema não será acrescida. Este resultado desclassifica meu time e o deixa de fora da próxima fase desse campeonato. BORA HAMILTON!